Indica Empregos
Você no caminho do sucesso
Área de Assinantes: Empresa / Candidato
Esqueci minha senha
Digite o cargo Digite a cidade
Dicas e Artigos
Tenho visto acontecer em algumas empresas uma coisa que tem me deixado preocupado. Elas vêm, literalmente abusando de seus bons clientes.

O que é isso?

Numa época de alta inadimplência; numa época em que os clientes tornam-se a cada dia mais exigentes e até intolerantes; numa época em que a concorrência está muito acirrada e oferecendo vantagens especiais para “roubar“ o cliente, algumas empresas e empresários parecem ter a tentação de abusar dos seus bons clientes – aqueles que pagam em dia, que são fiéis, que não reclamam, que aceitam calados ou mesmo que demoram a perceber qualquer mudança na forma de agir de seus fornecedores de produtos e serviços. Acabam, literalmente, abusando justamente dos clientes que mais deveriam prezar e desejar manter.

Assim, como o cliente é “bonzinho“ – paga em dia, não reclama, a empresa começa a transigir na qualidade dos produtos ou serviços que presta a ele. Como o cliente é “bonzinho“ – paga e não reclama, a empresa começa a cobrar por serviços antes não cobrados, aumentar o preço sem aviso prévio, e outras “cositas más“ como diriam nossos irmãos argentinos. Como o cliente é “bonzinho“ a empresa literalmente “abusa“ dele, pois que dos demais não pode abusar, pois são todos uns “reclamões“, “chatos“, “controlam migalhas“ e certamente não aceitariam jamais serem abusados impunemente como os “bonzinhos“.

Assim, o bom cliente é penalizado pela sua tolerância e a má empresa, sem perceber que está diante de uma bomba-relógio que explodirá a qualquer momento, continua abusando...

O perigo de abusar dos bons clientes é que eles simplesmente não reclamam. Eles comentam internamente em suas empresas essa infidelidade do seu fornecedor e apenas esperam o dia de mudar. Esses clientes, mesmo deixando de comprar de nós, jamais reclamarão. Jamais dirão a verdade. Darão uma desculpa qualquer – que geralmente acreditaremos como sendo verdadeira – e se vão para sempre. E o maior problema é que nós também não faremos nenhuma análise dessa perda, achando “normal“ o ocorrido pois clientes mudam mesmo de fornecedores.... Dizemos apenas o famoso “foi bom enquanto durou“.

Assim, uma das tarefas mais importantes dos gerentes e supervisores e mesmo de toda a empresa é constantemente estar fazendo uma análise criteriosa de cada um de nossos clientes. Não só dos que reclamam. Não só dos que nos são problemáticos, mas principalmente dos que não reclamam. Estarão eles realmente satisfeitos com nossos produtos ou serviços? Não estarão eles simplesmente esquecidos, justamente por serem bons clientes?

E esse risco ocorre em todas as áreas de uma empresa. Não só os clientes devem ser analisados com todo cuidado. Temos também fornecedores de serviços que não nos criam problema. Atendem prontamente, aceitam nossas propostas de parcelamento nos pagamentos, fazem um grande esforço para nos satisfazer. Mas como não fazem muito alarde de sua eficiência, não damos a ele o devido valor.

Achamos simplesmente que é obrigação deles fazer todo esse esforço. E aí, abusamos deles. Atrasamos o pagamento, não damos a necessária informação para que nos possam atender de forma ainda melhor. Muitas vezes os achamos até ingênuos e simples demais. Deixamos seus funcionários esperando horas nas salas de espera de nossa empresa, etc. Como eles não fazem propaganda de si próprios, não chamam a nossa atenção. E daí, abusamos deles. Novamente corremos o risco de um dia, quando esse fornecedor encontrar um cliente mais consciencioso, atencioso, que pague em dia, que não abuse, nos deixar, sem muita explicação. Eles também são silenciosos. Contarão para nós uma “santa mentira“ que acreditaremos e nos deixarão para outros fornecedores piores.

Cuidar do velho e bom cliente e do velho e bom fornecedor nem sempre é fácil. Nem sempre percebemos. Não prestamos a devida atenção a quem não fala alto, não reclama, não faz alarde dos bons serviços que presta ou dos clientes que não são “chatos“.

E se os chatos vencerem sempre, a verdade é que teremos em nossa empresa somente clientes e fornecedores chatos. E aí reclamaremos. E aí começaremos a dizer que “todo cliente é chato, intolerante“; “todo fornecedor é um chato e incompetente“.

Da mesma forma, vejo empresas que trabalham com varejo. Fazem um enorme esforço para conquistar um novo cliente. Oferecem a eles vantagens incríveis para conquista-los. E os velhos clientes? E aqueles que compram nossos produtos regularmente há anos? E aqueles que prestigiam nossas marcas em seus bares, restaurantes, lojas há muito tempo? Esses são simplesmente esquecidos. E com a mão direita estamos nos esforçando para conquistar novos clientes enquanto com a mão esquerda estamos perdendo os clientes já fiéis. As solicitações do velho e bom cliente são sempre tidas como impertinentes. Será que para conquistar um novo cliente não estaremos oferecendo o dobro ou o triplo do que está solicitando aquele velho e bom cliente?

Gostaria de pedir que você, leitor, fizesse um exame de consciência empresarial e visse se você também não está caindo na tentação de abusar do seu bom cliente, justamente aquele que paga, que não reclama, que é fiel e leal à sua marca e seus produtos. Não faça isso. Não caia nessa tentação. Ou você ficará sem seus bons clientes que por serem “bonzinhos“ talvez nem reclamem ou digam nada a você. Mas acredite, na hora em que perceberem o seu abuso, por certo deixarão você falando sozinho. E aí será tarde demais para reconquistá-lo.
Fonte: Anthropos Consulting - Professor Luiz Marins
» Comportamentos profissionais que melhoram a carreira
» O que é empregabilidade?
» 10 dicas para melhorar o clima de qualquer empresa e a própria vida
» A empresa criança
» Veja 8 maneiras de melhorar sua linguagem corporal nas entrevistas
» Vai pedir demissão e não quer se queimar? Veja 10 dicas
» Veja 5 motivos para não dizer que é perfeccionista durante a entrevista
» 10 dicas para viver com entusiasmo!
» 10 dicas para perder um cliente
» Saiba quais são as melhores e piores cores para usar em uma entrevista
» 5 hábitos bem vistos por líderes
» Dicas para não parecer desesperado em um processo recrutamento
» A robotização das entrevistas de emprego
» 100 Dicas para passar em concursos publicos
» Pense Grande
» 10 Atributos de um lider
» Principalmente no sucesso, seja humilde
» 10 Dicas para ser um empreendedor
» Veja 25 perguntas inusitadas feitas em entrevistas de emprego
» Veja como montar um currículo para conseguir o primeiro emprego
» Tipos de Chefe - Qual você é ?
» Veja dicas para amenizar o estresse no trabalho
» Reuniões intermináveis podem ser sinônimo de tédio e perda de tempo
» Mentoring, coaching e counseling. Qual é a sua?
» Escolhi a profissão errada. E agora?
» 7 Dicas para encontrar o emprego ideal
» Facilidade do curriculo on line e história da evolução em processos seletivos
» Investir em equipes é essencial para pequenas empresas
» As 10 Práticas de gestão de um líder transformador
» Tecnologia: vilã ou aliada da qualidade de vida?
» Os 10 comportamentos inadequados por profissionais.
» Técnicas de entrevistas
» O futuro nas contratações - Seu curriculo na internet
» Qual a diferença entre recrutamento e seleção ?
» Detalhes de comportamento fazem a diferença na entrevista de emprego
» Os 4 P´s da Carreira Profissional
» Errar é Humano. Criar, Também!
» Criando Times de Alta Performance
» Perdi o emprego e agora ?
» 10 fatores que prejudicam o clima organizacional
» Eu quero é mais! Remunerar não basta para motivar
» Visão, Foco e Ação. Garantindo o futuro da empresa
» As quatro faces do RH estratégico
» A saída do DP e a chegada do RH
» A importância da gestão do conhecimento
» 4 dicas essenciais para sobreviver no novo emprego
Ainda não se cadastrou?
Não perca mais tempo!
Cadastre-se agora mesmo, é rápido e prático.
Nome:
Email:
Telefone:
Cadastre agora mesmo!
Candidato
Cadastre seu Currículo
Login para Candidato
Recuperar Senha
Planos
Empresa
Login para Empresa
Recuperar Senha
Anunciar Vagas
Indicaempregos.com
Quem Somos
Como Funciona
Termos e Condições
Políticas de Privacidade
Contato
Redes Sociais
Facebook Twitter Google Plus
Adicione no Skype
www.indicaempregos.com
© 2020 Indicaempregos.com - Todos os direitos reservados Desenvolvido por  Evernet Sites e Sistemas